Nunca viajei de avião como devo proceder antes de viajar?

Antes de viajar de avião, planeje o seu calendário com antecedência, não deixe para comprar em cima da hora, já que as passagens aéreas tendem a ficar mais caras quanto mais perto do dia do voo.

Nunca viajei de avião como devo proceder antes de viajar?

Na hora de comprar a passagem, reserve a sua poltrona da maneira como achar melhor. Na janela você terá uma vista privilegiada, mas será um tanto desconfortável a saída para acesso ao corredor. A poltrona do corredor oferece livre acesso, mas você deverá ser paciente com os colegas ao lado que desejarem dar uma caminhada ou ir ao banheiro. Já com as fileiras das saídas de emergência, se não se sentir apto a operá-la em caso de necessidade peça para trocar de lugar. Fileiras mais próximas do início do avião proporcionam uma entrada e saída mais rápidas.antes de viajar

Fique atento aos horários de partida, chegada e o tempo total de voo antes de viajar. Certifique-se da quantidade de escalas (quantas paradas o avião vai fazer antes de chegar ao destino) e conexões (se será necessário realizar uma troca de aeronave em determinada localidade). Faça uma média e veja qual tarifa e horário vale mais a pena.

Lembre-se, antes de viajar você pode fazer alterações de data e horário em sua passagem mediante as regras de cada companhia ou de tarifa escolhida, para tanto consulte o regulamento da empresa e verifique o Contrato de Transporte, geralmente uma taxa e a diferença deve ser paga.

Segundo a ANAC, o passageiro tem direito ao reembolso do valor do bilhete em caso de cancelamentos. Lembrando que a passagem é pessoal e intransferível, possuindo a validade de um ano para ser utilizada.

Confira aqui todas as mudanças nas regras de aviação que ocorreram em 2016.

Antes de viajar verifique se alguma medida extra será necessária, como a emissão de vistos (pode ser observada nos websites dos consulados dos países) e vacinas necessárias para visitantes a determinadas regiões (lembrando que deve constar o registro na carteira internacional de vacinação que é oferecida pela ANVISA).

Nunca viajei de avião, bagagem antes de viajar

Muita atenção deve-se ter com as bagagens, já que alguns itens não são permitidos a bordo e em caso de excesso de peso a companhia pode cobrar uma taxa extra ou se recusar a embarcar o peso a mais.

Em voos domésticos o peso da bagagem despachada passou a ser decidido pela companhia aérea e o tipo da tarifa que você comprou, variando em cada caso.

antes de viajarAinda é previsto 10 Kg para uma bagagem de mão que não ultrapasse 115 cm na soma da altura, comprimento e largura. Outros itens como bolsas, casacos, livros e laptops são permitidos a bordo, atentar principalmente para os guarda-chuvas, que não podem embarcar. Em voos internacionais, líquidos com mais de 100 ml não são permitidos como bagagem de mão e os até 100 ml devem ser acondicionados em embalagens especiais do tipo ziplock.

Nos voos internacionais existem dois sistemas que são adotados por cada companhia, franquia por peça de bagagem despachada e franquia por peso. Segundo a legislação brasileira, para despacho na opção de peças: “São permitidas duas malas de até 32 kg cada, desde que a soma das três dimensões (comprimento+largura+altura) não exceda a 158 cm ou o estipulado pela empresa.” (ANAC), ou, na opção de franquia de peso por passageiro: “40 kg na primeira classe, 30 kg em classe intermediária, 20 kg em classe econômica, 10 kg para crianças de colo não ocupando assento.” (ANAC).

As informações acima somente são válidas para o Brasil, quando o voo partir de outro país verifique a legislação vigente. Se houver um voo nacional e um internacional conjugados na mesma compra de passagem, o passageiro terá direito a franquia de bagagem do internacional.

Segundo a Agencia Nacional de Aviação Civil (ANAC), os seguintes equipamentos são alguns que não devem ser transportados na bagagem despachada nem na de mão.

“• Dispositivos de alarme.

  • Explosivos, inclusive cartuchos vazios, munições, material pirotécnico, armas de caça, armas portáteis e fogos de artifício.
  • Gases inflamáveis, não-inflamáveis e venenosos, tais como butano, oxigênio, propano e cilindros de oxigênio.
  • Líquidos inflamáveis usados como combustível para isqueiros, aquecimento ou outras aplicações.
  • Sólidos inflamáveis, tais como fósforo e artigos de fácil ignição.
  • Substância de combustão espontânea.
  • Substância que, em contato com a água, emita gases inflamáveis.
  • Materiais oxidantes, tais como pó de cal, descorantes químicos e peróxidos.
  • Substâncias venenosas (tóxicas) e infecciosas, tais como arsênio, cianidas, inseticidas e desfolhantes.
  • Materiais radioativos.
  • Materiais corrosivos, tais como mercúrio, ácidos, alcalóides e baterias com líquido corrosivo.
  • Materiais magnéticos.”

Antes de viajar de avião

Lembre-se, no dia anterior ao voo, evite o consumo exagerado de bebidas alcoólicas e refeições consideradas “pesadas”, os efeitos podem causar indisposição e mal-estar durante o voo.  Cuidado também com medicamentos, já que pode haver variação do efeito esperado em virtude da atmosfera a bordo das aeronaves em voo.

No dia do voo planeje-se para chegar ao aeroporto pelo menos uma hora antes do voo doméstico e duas horas antes de voos internacionais, tenha em mãos o comprovante de compra da passagem, documento de identidade original com foto e passaporte com vistos necessários para os voos internacionais.