Dicas para viajar no final de ano

Vai viajar nesse final de ano? Confira agora algumas dicas que separamos para você fazer uma viagem tranquila e sem problemas nesse período de aeroportos movimentados e datas comemorativas.

Novo horário de encerramento do check-in GOL e LATAM

Atenção passageiro, você que vai viajar de GOL ou LATAM fique atento, as companhias informaram novos procedimentos para os voos nacionais partindo dos aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Galeão, Santos Dumont e Brasília. A partir de 22 de novembro de 2016, os check-in GOL programados para estes aeroportos serão encerrados 40 minutos antes do horário da partida do voo. Já a partir de 16 de agosto de 2016, os LATAM check in programados para estes aeroportos serão encerrados 40 minutos antes do horário da partida.

Quanto tempo antes devo chegar ao aeroporto ao viajar?

Quando marcar uma viajem fique atento com os horários dos voos. Normalmente as horas marcadas nos bilhetes correspondem ao horário local já considerado o horário de verão. Procure chegar ao aeroporto pelo menos uma hora e meia antes do horário de decolagem para os voos nacionais e duas horas e meia antes para os voos internacionais. Planeje a sua ida até o aeroporto e saia de casa com tempo de folga para chegar lá. Em muitas cidades os aeroportos são distantes do centro, pode haver transito ou imprevistos no meio do caminho. Cuidado com a hora ao viajar, pois o check in costuma encerrar de 30 a 20 minutos antes da partida.

Dicas para viajar no final de ano

Não confunda horário de decolagem com hora de embarque

A hora de embarque, ou seja, de começar a entrar no avião, se inicia de 30 a 50 minutos antes das portas serem fechadas. Nesse meio tempo todos os passageiros já devem entrar e ficar dentro do avião. Não deixe para chegar no portão de embarque na última hora, você pode ser surpreendido se houve uma mudança de portão, por isso sempre consulte os monitores da sala de embarque com a situação dos voos.

Lembre-se também que assim como um voo pode sair atrasado ele pode sair adiantado. Caso o passageiro não compareça em até 10 minutos antes do horário de fechar portas ele pode ser deixado para trás como não comparecimento.

Começa inspeção mais rigorosa em aeroportos

Como todos já sabemos, ou ouvimos falar, os procedimentos de segurança normalmente podem ser demorados e quase certeza de grandes filas. Então passageiro, fique atento com estes novos procedimentos, uma vez que tende em aumentar as filas e quantidade de tempo necessário para entrar na sala de embarque, já leve esse fator em consideração na hora de sair de casa ao viajar. A ANAC recomenda chegar ao aeroporto com duas horas de antecedência da hora de decolagem.

Atenção passageiro: Começa inspeção mais rigorosa em aeroportos ao viajar

Atrasos e cancelamentos de voos: quais os direitos do passageiro ao viajar de avião
  • A partir de 1 hora de atraso a empresa deve fornecer meios de comunicação para seus clientes, desde internet, telefonemas ou qualquer outro meio necessário.
  • Com 2 horas de atraso deve haver o fornecimento de alimentação através de vouchers, lanches, bebidas ou refeições.
  • Ao chegar a 4 horas de atraso a empresa deve fornecer acomodações ou hospedagem assim como o transporte de ida e volta do aeroporto até lá, ressalva neste caso se o passageiro possuir domicílio nesta cidade, cabendo direito somente ao transporte de ida e volta deste para o aeroporto.

Se houver previsão de mais de 4 horas de atraso, ou este já tenha chegado a esse tempo, ou se houver o cancelamento do voo, a empresa aérea deve oferecer ao passageiro opções de reembolso ou reacomodação, assim como a assistência material cabível.

Lembre-se: Terão direito a solicitar o reembolso da passagem os passageiros que tiveram seus voos atrasados em mais de 4 horas, por cancelamento, tiveram seu embarque negado (preterido), ou por desistência do mesmo.

Atenção: A assistência também deverá ser prestada aos passageiros que já estiverem dentro da aeronave em solo. A prestação do auxílio poderá ser suspensa para prosseguir o embarque imediato. Fique atento, atrasos e cancelamentos por motivos meteorológicos também são enquadrados com necessidade de assistência da mesma maneira que os demais.

Atrasos e cancelamentos de voos: preterição de embarque e overbooking

A preterição de embarque ocorre quando é negado o embarque de um ou mais passageiros, mesmo que estes tenham cumprido todos os pré-requisitos para viajar, por motivos de segurança operacional, overbooking, troca de aeronave, entre outros.

Para exemplificar: No caso do overbooking, mais passagens foram vendidas do que a capacidade da aeronave, quando isso ocorre é esperado que sempre haja algum passageiro faltante (no show) de modo a conseguir acomodar os clientes a mais nos lugares que sobram, entretanto, eventualmente, todos comparecem ao embarque e não haverá poltronas suficientes para todos seguirem viajem, neste caso a empresa deve procurar voluntários para seguir em outros voos mediante concessão de vouchers, upgrade de classe, dinheiro, milhas ou qualquer outro fator que compense o inconveniente.

Outro caso similar pode ocorrer caso ocorra a substituição por uma aeronave com menor capacidade; se alguma poltrona seja considerada como inoperante por motivo de manutenção; ou ainda por necessidade de corte extremo de peso onde seja necessária remoção de passageiros. Caso você não aceite a compensação e seja preterido o seu embarque, a empresa aérea deverá oferecer alternativas de reacomodação ou reembolso, assim como a assistência material.

O que acontece se ultrapassar o limite de peso da bagagem ao viajar?

Existem basicamente dois tipos de bagagem, a despachada e a de mão. O limite nacional de peso para bagagem despachada no Brasil é de 23 kg e a de mão é 5 kg. Vale lembrar que além dos 5 kg a soma da altura, largura e profundidade não pode passar de 115 cm, caso algum desses dois limites seja maior sua mala de bordo deve ser despachada dentro da cota de 23 kg.

bagagem de mão O que acontece se ultrapassar o limite de peso da bagagem

A franquia de bagagem ao viajar em voos internacionais entre o Brasil e a América do Norte é no máximo dois volumes de 32 kg cada um. Do Brasil para a Europa é no máximo dois volumes de 32 kg cada um na ida e dois volumes de 23 kg na volta. Consulte sua companhia aérea, uma vez que os valores das empresas estrangeiras podem ser diferentes.

Dica: Vale usar o bom senso antes de levar uma mala dentro do avião, uma vez que não há muito espaço nos compartimentos internos e estes são compartilhados por todos os passageiros.

Além da sua mala de mão, você ainda pode levar 1 (um) dos seguintes artigos ao viajar:

  • Alimentação infantil para consumo durante a viagem.
  • Bengala (não pontiaguda), muletas e aparelhos ortopédicos.
  • Bolsa de mão ou maleta.
  • Casaco, manta ou cobertor.
  • Guarda-chuva (não pontiagudo).
  • Instrumentos musicais (verifique com a empresa aérea como transportar bagagens especiais).
  • Máquina fotográfica, laptop ou binóculos.
  • Material de leitura para viagem.
  • Medicamentos que requeiram uso de seringas tais como insulinas podem ser levadas para uso durante a viagem, mediante apresentação de atestado médico.

Se estiver viajando com bebê de colo, pode despachar gratuitamente 1 carrinho de bebê ou 1 bebê conforto e 1 cadeirinha de transporte. Nos voos nacionais, itens que estejam fora da franquia gratuita são incluídos na franquia do responsável. Nos voos internacionais o bebê tem direito a 10 kg ou uma peça de 10 kg como franquia de bagagem, além da franquia gratuita descrita acima.

Excesso de bagagem

Caso a sua bagagem despachada ultrapasse os 23 kg, uma tarifa de excesso de bagagem deve ser paga de acordo com a tarifa de cada companhia, podendo a mesma se recusar a embarcar o excedente.

Geralmente, para voos dentro do Brasil, a taxa de excesso de bagagem por cada kg extra corresponde a 0,5% do valor da chamada tarifa cheia para o trecho que você vai voar, ou seja, o preço da passagem sem descontos. Caso o voo seja de, ou para, outro país da América do Sul, o valor já sobe para 1% da tarifa cheia.

Nos voos internacionais o sistema é diferente por cada país e empresa, mas costuma ser um valor fixo por cada excesso de bagagem, variando de U$ 75 até U$ 300 por excesso de cada peça dependendo do destino, da companhia aérea e da classe que está viajando.

Normalmente, em voos para os Estados Unidos, o excesso de bagagem é cobrado quando exceder o peso, a peça e o tamanho da bagagem. A soma das dimensões da bagagem (comprimento + largura + altura) não deve exceder 157 cm. Para bagagens acima de 158 cm e até 203 cm cobra-se excesso por tamanho. Bagagens acima de 203 cm não são aceitas.

Para adquirir o excesso de bagagem, você pode fazer o pagamento antecipado em algumas empresas, na central de vendas, internet ou diretamente no aeroporto no momento do check in.

Como levar mais bagagem?

Fique atento, é possível ter direito a mais peso de bagagem sem precisar pagar o excesso. Passageiros voando em classe executiva ou de primeira tem uma franquia maior de peso. Comprar bilhetes de tarifa superior, por vezes podem ser mais caros, mas permitem mais benefícios de acordo com cada empresa, entre eles levar mais bagagem. Categorias elevadas de programa de milhagem também permitem cortesias de mais peso assim como cartões de crédito parceiros da companhia aérea. Verifique todos esses fatores quando comprar sua passagem, essas regras mudam de empresa para empresa.

Para quem está viajando acompanhado, muitas companhias aéreas permitem fazer soma de bagagens quando dois ou mais clientes que tiverem o mesmo localizador de reserva se apresentarem juntos para a entrega de bagagens.