Como o avião freia no ar?

Como o avião freia no ar? Ao conduzir um veículo terrestre sabemos que para diminuir a velocidade, ou parar, basta pisar no freio. Mas como fazer isso em pleno ar sem a estrada? Vamos descobrir agora como os pilotos reduzem a velocidade e freiam em pleno ar.

Como o avião freia no ar?

Como já vimos no post Qual a velocidade de um avião comercial e Qual a velocidade de um caça militar, sabemos que as aeronaves voam em grande velocidade. Já sabemos também que o principal responsável por atingir tais velocidades são os motores aeronáuticos. Entretanto, por mais rápido que estamos voando, uma hora será necessário reduzir e pousar, como fazer isso?

Como o avião freia no ar?

O ar, apesar de praticamente invisível, é um fluído. Através da interação entre o fluxo de ar e as peças da aeronave é possível gerar sustentação para subir, tração para avançar e arrasto para reduzir.

A principal forma de reduzir a velocidade de um avião, do maior deles até o menor, é simplesmente reduzir a potência do motor. Naturalmente nessa situação três coisas podem ocorrer, a velocidade irá reduzir se for mantido o voo nivelado ou com pequenas razões de descida ou subida, a velocidade será mantida se a razão de descida for suficiente para mantê-la, a velocidade irá aumentar caso a razão de descida seja muito grande.

Como o avião freia no ar?

Normalmente o gerenciamento do uso de motor com a razão de descida já é o suficiente para naturalmente reduzir a velocidade até a faixa de aproximação. Entretanto, as vezes são necessários outros artifícios para frear no ar.

Alguns componentes do avião foram desenhados especificamente para a função de freio aerodinâmico. O melhor exemplo são os speedbrakes, os freios aerodinâmicos. O speedbrake tem a função de gerar mais arrasto ou reduzir a quantidade de sustentação gerada pela asa. Várias peças são utilizadas com essa função, entre elas estão os spoilers, que são chapas localizadas em cima das asas que se abrem ao piloto comandá-las. Os spoilers basicamente reduzem a sustentação das asa, quebrando o fluxo laminar de ar em um determinado ponto. As abas também formam uma área de resistência ao avanço gerando mais arrasto.

Como o avião freia no ar?

Mais comum em caças militares e poucas aeronaves comerciais, os freios ventrais ou de cone de cauda também tem a função de speedbrake, mas com localizações diferentes.

Como o avião freia no ar perto da pista?

Os flapes, dispositivos para aumentar a sustentação da asa durante pousos e decolagens, também são utilizados como forma de reduzir a velocidade. Por ser uma superfície física, ao aumentar o tamanho e curvatura da asa, o flap gera mais arrasto e também permite que o avião voe com velocidades menores.

Como o avião freia no ar

Além da função de sustentar e manobrar o avião em solo, o trem de pouso funciona como uma verdadeira âncora em voo. Os pilotos podem adiantar o acionamento do conjunto de trem de pouso durante uma aproximação, caso julguem que o mesmo seja necessário para ajudar na redução de velocidade da aeronave. Por ser uma peça grande, as hastes de amortecimento e os pneus fornecem uma grande quantidade de arrasto, reduzindo rapidamente a velocidade. Por esse motivo que, assim que o avião decola, as rodas são recolhidas, para permitir uma aceleração e subida mais rápidas.

Como o avião freia no ar?

Diferentemente das aeronaves com motores a jato, ou tubo-fan, os turboélices podem utilizar a mudança do ângulo das pás da hélice para gerar mais resistência ao avanço do ar, literalmente freando no ar.